A tese de doutorado da discente Lúcia Virginia Mamcasz Viginheski do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia, intitulada “O Soroban na Formação de Conceitos Matemáticos por Pessoas com Deficiência Intelectual: Implicações na Aprendizagem e no Desenvolvimento”, orientada pela professora Sani de Carvalho Rutz da Silva e coorientada pela professora Elsa Midori Shimazaki, foi reconhecida como uma das ganhadoras do Prêmio CAPES de Tese 2018.

Acesse a notícia no site da Capes:  http://www.capes.gov.br/sala-de-imprensa/noticias/9091-premio-capes-seleciona-melhores-teses-defendidas-em-2017

Acesse a tese na íntegra: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2471

Trabalho realizado pela professora Lúcia Viginheski, ex aluna do PPGECT e integrante do Grupo de Pesquisa “O Ensino e a Inclusão de Pessoas com Deficiência” recebe Prêmio CAPES de Tese 2018

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

});